Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.

“Um fim-de-semana perfeito”

Speedy topo

Pedro Salvador fez o pleno de resultados e reforçou a liderança no Campeonato de Portugal de Velocidade Turismo, em Vila Real.

Pedro Salvador dominou completamente durante o fim-de-semana. Duas pole positions, duas voltas mais rápidas, uma em cada corrida, vitória na primeira corrida e igual resultado na segunda.

"Correu muito, muito, muito bem, verdadeiramente. Mais uma vez, mais fácil do que eu tinha previsto.”

Tal como no primeiro dia, o arranque foi fundamental.

"Arranquei muito bem. Na primeira volta, depois com a entrada do safety car as coisas ficaram mais apertadas. Consegui surpreender o Francisco (Carvalho n.d.r.) no recomeço da corrida e a partir daí tive um andamento muito forte, um ritmo muito forte, consegui ganhar uma vantagem grande logo nas primeiras voltas e depois geri a corrida.”

Um fim-de-semana em que Pedro Salvador fez o pleno de resultados, mas não o fez sozinho.

“Só posso dedicar esta vitória à minha equipa, porque me entregou um carro fantástico, fácil de conduzir, consistente. Conseguimos fazer uma volta rápida que me deixou extremamente satisfeito, portanto, um fim-de-semana perfeito."

Após Vila Real, Pedro Salvador consolidou a primeira posição do Campeonato, onde tem agora 29 pontos de vantagem.

vilareal salvador lateral Pedro Salvador (Seat Leon Cupra TCR). foto de: NunOrganista

Speedy rodape

Azar de Moura

Um toque colocou o Audi SR3 LMS fora de competição na primeira corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade Turismo, do fim-de-semana.

A sorte na primeira corrida foi madrasta para o piloto do Audi RS3 LMS, que apenas rodou umas centenas de metros. Na direita que dá acesso à entrada do traçado antigo, um toque colocava-o fora de prova.

“Arranquei bem e coloquei-me no segundo lugar, apesar de tudo mantive uma andamento cauteloso e preferi levantar o pé, em vez de poder ter algum toque que me atirasse para fora. Coloquei-me em quarto e estava a manter a distância para os da frente. Na entrada para o circuito antigo, levei um toque, um toque de corrida e fiquei na escapatória.”

A primeira corrida estava definitivamente comprometida.

“As corridas são assim. Foi um toque de corrida e nada mais. Agora há que pensar na corrida de amanhã e nessa vou dar o tudo por tudo.” Rematou Gustavo Moura.

“Balanço extremamente positivo”

Speedy topo

Pedro Salvador dominou a primeira corrida, desde a partida até ao final.

Foi uma prova isenta de problemas, em que o homem forte da Speedy Motorsport venceu e ainda assinou a melhor volta de corrida, com o tempo de 2m 04,182 segundos.

“Correu tudo muito bem e o balanço é extremamente positivo.” Começou por declarar Salvador, que acrescentou que “foi uma boa partida, ganhei logo uma vantagem na partida e a partir daí foi uma prova sempre a dar o máximo, obviamente, sempre constante em todas as voltas.”

A partir do momento em que se colocou na frente, o objectivo passou a ser “ganhar uma vantagem cada vez maior para a concorrência.”

“Realmente é um balanço extremamente positivo, estou extremamente satisfeito com o resultado mas já com a mente focada na corrida de amanhã.”

Recorde-se que na segunda corrida do fim-de-semana Pedro Salvador vai voltar a partir da pole-position.

unnamed Pedro Salvador (Seat Leon Cupra TCR), foto de: Nuno Organista

Speedy rodape

Gustavo Moura em bom plano

Adaptação muito positiva do piloto nortenho ao circuito urbano de Vila Real.

Treinos livres e qualificações fizeram parte do programa do primeiro dia de competição em Vila Real. Gustavo Moura aproveitou para rodar no treinos livres, pois era importante adaptar-se ao carro e ao circuito.

“Este é um traçado muito especial, com zonas muito rápidas onde uma hesitação se pode pagar com uma ou duas posições ou, pior ainda, com um toque num rail. Por isso preferi rolar e só mais para o fim, comecei a andar mais rápido e fiz o terceiro melhor tempo da sessão.”

Na primeira qualificação houve uma espécie de duelo Audi, em que o piloto/empresário levou a melhor. Rodou em 2m 06,888s o que o colocou no quinto posto da grelha da primeira corrida. Na qualificação seguinte, retirou seis décimas ao tempo, rodou em 2m 06,292, o que lhe dá a quarta posição da grelha.

“Estou contente com os tempos, tenho evoluído sempre de forma positiva e acredito que na corrida possa ainda melhorar. No entanto estou consciente de que para uma boa classificação, tenho antes de mais de terminar a prova e acho que vou adoptar uma andamento rápido, quem sabe até baixar alguma coisa ao tempo, mas com margem de segurança, para acabar.” Rematou o piloto do Audi RS3 LMS.

vilareal gmoura Gustavo Moura (Audi RS3 LMS), foto: NunOrganista

Pedro Salvador aposta na repetição

Speedy topo

O comandante do Campeonato de Portugal de Velocidade Turismos está apostado em sair de Vila Real, com uma vantagem maior, na liderança do Campeoanto.

Em Braga o “chefe” da Speedy Motorsport somou 45 pontos, tantos quantos a vitória e um segundo posto lhe conferiram, neste momento tem uma vantagem de sete pontos sobre os adversários e quer dilatar essa margem.

“Só sei andar rápido e nas competições em que participo, alinho sempre com o objectivo de andar o melhor possível e nos limites do carro. Esta vai ser a minha atitude para Vila Real e espero que seja suficiente para repetir o resultado de Braga.” Começa por confidenciar Pedro Salvador.

Além disso, é um fã confesso do circuito e “de facto gosto muito de correr aqui, tenho óptimas recordações de Vila Real e como tenho raízes transmontanas, sinto-me em casa. Ora um bom resultado em casa é sempre melhor.”

“Em Braga deu para perceber que tenho ritmo para vencer e os resultados comprovaram-no. Por isso tenho esperança de conseguir mais uns pontos para consolidar a liderança, mas tenho consciência de que a concorrência não vai facilitar em nada.” Remata Pedro Salvador.

braga salvador meta 

Speedy rodape