World Cicling Forum arrancou esta manhã na Alfândega do Porto

Destaques:

  • Reunião com participação dos 160 líderes mundiais do sector das duas rodas.
  • Presença dos “Três Mosqueteiros” do sector – Decatlon, European Bycicle Manufacture´s Association (EBMA) e Accel Group.

A Alfândega do Porto acolhe o primeiro Fórum Mundial dedicado ao sector das duas rodas. Hoje e amanhã (quarta-feira, 7 e quinta, 8 de Junho) vão ser discutidos os principais problemas e tendências futuras para o mercado das duas rodas.

O Porto recebe assim os representantes dos 160 líderes mundiais do sector das duas rodas. Durantes dois dias, os trabalhos vão decorrer com o mote “a centralização no consumidor e aumentar a velocidade do mercado”, naquele que é o primeiro comité Mundial das duas rodas.

Portugal faz-se representar pela ABIMOTA, que tem um espaço de 50m2 de exposição, onde estão representadas algumas das PME´s ligadas ao setor e ainda pelos líderes de mercado Polisport, Rodi, Miranda, Ciclo Fapril e Triangles, também associados da ABIMOTA.  

Esta é uma organização conjunta da WFSGI (World Federation Sporting Goods Industry) pelo seu comité de bicicletas, pela BIKE EUROPE - o periódico Europeu ligado ao sector com maior tiragem – e da ABIMOTA, enquanto parceiro nacional do evento, através do projecto e marca Portugal Bike Value.

Os três Mosqueteiros

Decatlon, EBMA e Accel Group, constituem um “núcleo duro”, que defende os interesses Europeus no mercado mundial. Neste evento vão defender leis anti-dumping e de regulamentação de produtos oriundos de outros mercados, com vista a serem mantidos parâmetros de qualidade, segurança e de produção responsável.

4mosqueteiros

Os Três Mosqueteiros, que tal como na obra de Alexandre Dumas são quatro: Moreno Fioravanti (EBMA); Didier Morelle (Decathlon); ; Jeroen Snijders e Marcel Reekers (Accell Group) - Da esquerda para a direita.

wcf2 wcf16

rodapé abimota